(11) 3284-1247 / 3262-3590
contato@cercirurgiaplastica.com.br
 
Membros Associados
Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Home Profissionais A Clínica Cirurgia Plástica Estética Laser Hospitais Novidades Contato
 
Cirurgia Plástica voltar
Gluteoplastia - Aumento de Glúteo

A cirurgia para aumento dos glúteos consiste no posicionamento de uma prótese de silicone, de tamanho e forma pré-definidos, em um espaço criado no interior dos músculos glúteos bilateralmente.

É realizada por uma incisão (corte), que deixará uma cicatriz final, no sulco interglúteo, ou seja entre as nádegas, próximo ao cóccix.

Os implantes de Silicone são produzidos por diversas empresas nacionais e internacionais, todas aproximadamente com as mesmas qualidades e com pequena variação de preços.

Por serem feitas de material inorgânico, as próteses provocam poucas reações no corpo humano. As que podem ocorrer são chamadas de reação à corpo estranho, que tem como objetivo isolar-lo, criando uma membrana ou cápsula fibrosa (cicatricial), em torno do implante.

Para melhorar o resultado obtido com a Glúteoplastia de aumento, podem ser indicadas lipoaspirações de determinadas áreas, para melhorar o contorno das nádegas. A lipoaspiração é explicada em termo separado.

O implante de Silicone não causa Câncer, ou qualquer outra doença. Após a inclusão dos implantes glúteos, ficam contra-indicadas aplicações de medicação intramuscular (injeções) nos glúteos.

Caso ocorram alterações nos glúteos, após a inclusão da prótese, poderá ser necessária a realização de exames de Ultra-som, Tomografia ou de Ressonância Nuclear Magnética, para elucidação diagnóstica.

O traumatismos dos glúteos além de imprimir estresse mecânico as próteses, podendo levar ao seu rompimento, também pode acelerar o processo de contratura capsular ou causar herniações, seromas ou hematomas que podem ter a vir de ser tratados.

As cicatrizes evoluem de acordo com a fisiologia individual, geralmente ficando pouco perceptíveis, principalmente na penumbra. Caso ocorram alterações, existem tratamentos que podem empregados, na tentativa de melhorar o aspecto das cicatrizes.

É possível que ocorram manchas roxas (equimoses).

É recomendado dormir de bruços (decúbito ventral) nas primeiras noites e sentar-se e levantar-se com auxílio nos primeiros 15 dias para não forçar a musculatura glútea.

Esta cirurgia tem como finalidade o aumento da região glútea, eventualmente pequenos excessos de pele, que geram flacidez glútea podem não ser resolvidos, sendo necessária uma nova avaliação com possibilidade de re-intervenção cirúrgica para ressecção de pele e conseqüente cicatriz.

RECOMENDAÇÕES SOBRE A GLÚTEOPLASTIA DE AUMENTO

A) RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS:

1. Obedecer às instruções dadas para a internação.
2. Comunicar qualquer anormalidade que eventualmente ocorra, quanto ao seu estado geral.
3. INFORMAR AO SEU CIRURGIÃO A MENOR POSSIBILIDADE DE GRAVIDEZ. NÃO SUSPENDER USO DE MÉTODOS ANTICONCEPCIONAIS.
4. Internar em jejum absoluto de, no mínimo, 8 horas e não trazer objetos de valor para o hospital.
5. Vir acompanhada para a internação.
6. Evitar uso de brincos anéis, alianças, piercings, esmaltes coloridos nas unhas, etc. Qualquer destes será retirada antes da cirurgia.
7. A cinta deverá ser levada para o hospital.

B) RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS:

1. Evitar esforços por 30 dias.
2. Sentar e levantar com auxílio
3. Levantar-se quantas vezes lhe for recomendado por ocasião da alta hospitalar, obedecendo aos períodos de permanência sentado (a), assim como evitar esforços máximos.
4. Não se exponha ao sol ou friagem, por um período mínimo de 14 dias.
5. Obedecer à prescrição médica.
6. Voltar ao consultório para os curativos subseqüentes, nos dias e horários estipulados.
7. Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases. Tire quaisquer dúvidas que possam advir com seu cirurgião.
8. Alimentação normal (salvo em casos especiais). Recomendamos alimentação hiperproteica (carnes, ovos, leite) assim como o uso de frutas.
9. Aguarde para fazer sua "dieta ou regime de emagrecimento", após a liberação médica. A antecipação desta conduta por conta própria, poderá determinar conseqüências difíceis a serem sanadas.

 
   
© Copyright 2013 - Clínica CER. Todos os direitos reservados - Webmail
Desenvolvido por Doctor Virtual